domingo, 4 de novembro de 2012

O vírus do PCD (Politicamente Correto Demais)

O Facebook tá infectado por um vírus, um vírus gravíssimo. O vírus do certinho. E ele anda infectando outros lugares. Todos são politicamente corretos demais. Todos são defensores das minorias, dos animais e da língua portuguesa. Tá ficando cansativo. Entrar em uma página de humor e ver que as pessoas não se divertem, antes de verificar a ortografia do post e se tem uma pontada mínima de humor negro, mesmo que isso não faça sentido nenhum... me lembro de um comentário nesse mesmo blog, no post chamado "Churrasquinho de Gato" e me pergunto, onde isso vai parar? As pessoas tão muito tensas, credo. Relaxem, quando vocês morrerem, não creio que Deus vá te mandar pro inferno por rir de uma piada sobre loira, negro, jesus... muito menos por você ver e se não gostar, simplesmente sair da página, sem dar chilique. Isso se aplica a quem acredita em Deus e inferno, porque (não, eu não sei quando é junto, separado, ou tem acento, e acreditem... tô pouco me fudendo, é um ponto a menos na MINHA redação, vão cuidar de suas vidas) tem também quem não acredite, e pra esses... sinceramente... não entendo porque tanta encheção de saco.

Em outros casos, por sua vez, a coisa se inverteu. É como no caso do racismo, da mulher, e da homofobia. Se antes se recriminava quem era preto (eu sou preta, minha família paterna é toda pretíssima, e não tenho nenhum problema com essa palavra, se você tem, não me encha o saco), hoje se recrimina quem é branco (ah, ok, chamar de preto é racismo, mas chamar de branco é normal), como uma espécie de cobrança de dívida. Só se pode ter orgulho da sua raça ou de sua opção sexual, se você fizer parte da minoria, se você tem orgulho de ser branco, homem, ou heterossexual, credo, você está sendo preconceituoso.



Concordo com eles...

Já quanto a gramática e a ortografia... nada sobrevive... inclusive quando é claramente uma falha de digitação. Até imagino a pessoa pegando o post, passando o corretor ortográfico, e, caso não tenha erros, ela pensa "uffa, agora sim posso achar engraçado!".

Eu me pergunto, se é preocupação com a listinha de Deus, ou a necessidade de parecer melhor que os outros, ou em ultimo caso, preocupação real. Tem vez que rola até uma disputa escondida... quem acha mais erros... quem levanta o melhor argumento em defesa dos frascos de comprimidos...
Vai saber!
Deixo pra vocês algumas tirinhas que achei Google afora... como seriam algumas histórias de nossa infância, se fossem politicamente corretas?







Sigam-me os bons! (é só por seu e-mail aí)